bruno.desenhista@uol.com.br


A intolerância.

 

 

Antes de tudo digo em alto e bom tom: SOU CONTRA TODO E QUALQUER TIPO DE PRECONCEITO, E ABOMINO TAL PENSAMENTO.

Em um mundo burro e cercado de preconceito, não é difícil ver coisas do tipo.

 

Tive essa idéia de charge, desenhei e antes de postar, me autocensurei, o que agora vejo que foi outra idéia burra.

Acho a idéia de subjugar um ser pelo que é ou pelo que faz, algo execrável. Não sou melhor nem pior que ninguém, essa é a idéia.

A minha charge pode causar algum rebuliço, e eu quero mesmo é que cause. O desenho traz uma inversão de valores, depois de casos como o do Neymar no jogo do Brasil contra a Escócia, ou do recente caso do jogador de vôlei Michel. Em ambos os casos vemos intolerância sobre aspectos irrelevantes para o convívio humano. Pior ainda foi ver o ridículo deputado Bolsonaro dar uma aula de preconceito, em apenas uma entrevista ele conseguir ser racista e homofóbico. Pensar que por alguém ser de alguma religião, classe, cor, orientação sexual te dá o direito de se achar superior é inaceitável. Hitler pensava dessa maneira.

Espero que a charge faça com que exista um reflexão sobre o assunto pois eu não sou melhor que você, nem você melhor que eu.

Que Deus abençoe a todos!

 



Escrito por Bruno Venancio às 09h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Maestro

Charge para a Rádio Manchete Online.

Que Deus abençoe a todos!



Escrito por Bruno Venancio às 09h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Vila Palestra Belmiro

E o Palmeiras manteve o tabu, bom para o time de Felipão ganhar confiança.

Que Deus abençoe a todos!



Escrito por Bruno Venancio às 11h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Ponto Verde
 O Progresso
 O Chiqueiro
 Baptistão
 Mário Alberto
 Gustavo Duarte
 Malvados
 Mondo Palmeiras
 Laerte
 Al Hirschfeld
 André Marangoni
 Fábrica Caricaturas
 J.Bosco
 Focalizando
 Amorim
 Ique
 Adão
 Allan Sieber
 Arnaldo Branco
 Klayton Luz
 Weberson Santiago